Em que áreas atuam os profissionais do Direito?

Áreas de atuação no Direito

 

O curso de Direito é o que mais recebe matrículas por ano e o terceiro em formação de profissionais no Brasil, segundo o Ministério da Educação (MEC). Mas nem todos que optam por se tornar bacharéis em Direito investem na mesma carreira, dada a diversidade de áreas de atuação para esses profissionais.

 

Os bacharéis dessa formação podem advogar, trabalhar em instituições públicas ou escolher a carreira acadêmica, e em cada uma dessas três grandes áreas de atuação há diversas possibilidades de trabalho: Advocacia, Carreira Jurídica e Acadêmica.

 

Advocacia

Aqueles que se formam em Direito seguindo o desejo de advogar podem trilhar caminhos variados, mas todos deverão passar na prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para estarem aptos a executar a atividade.

O profissional poderá atuar em empresas, Organizações Não Governamentais (ONGs) ou escritórios de advocacia, representando clientes em processos, defendendo seus direitos ou oferecendo assessoria para assuntos jurídicos.

Entre as áreas de especialização, estão: direito civil, internacional, ambiental, comercial, administrativo, penal, trabalhista, eleitoral, tributário e da família.

 

Carreira jurídica

Outro campo de atuação possível para o profissional formado em Direito é seguir carreira em um órgão público. Para isso, o bacharel precisa fazer concurso, que pode exigir ou não experiência como advogado em uma área específica.

Entre as possibilidades de atuação nesse campo estão atuar no Ministério Público, ser juiz (magistratura), promotor, defensor público, delegado ou analista jurídico (aquele que auxilia em questões administrativas ou apoia juízes em suas ações e processos).

Carreira acadêmica

Se você já sabe que o Direito é a área escolhida para o seu futuro, mas não deseja advogar no setor público ou privado, é possível optar por se especializar para dar aulas ou investir em pesquisa, com o objetivo de produzir conhecimento.

Com diploma de mestrado já é possível concorrer a vagas para professores, mas o profissional que escolher esse caminho deve investir em especialização contínua e também no desenvolvimento de habilidades, como a oratória.

 

 

Deixe seu comentário