Veja até onde o curso de Gestão Pública pode te levar

Em 2015, pela primeira vez em sua história, o Instituto Brasileiro de Economia e Estatística (IBGE) aferiu a importância do terceiro setor na economia brasileira. Segundo os pesquisadores, o setor, formado por associações e entidades sem fins lucrativos, tem uma participação de 1,4% na formação do Produto Interno Bruto Brasileiro. Isso é só um exemplo de como a área de atuação de um profissional de Gestão Pública está em expansão e não se limita a órgãos públicos.

O profissional de Gestão Pública está preparado para atuar nos processos de planejamento, organização e controle das atividades que dão sustentação administrativa para atividades-fim de órgãos públicos, ONGs ou mesmo empresas privadas (como em programas ligados à responsabilidade social) que se relacionam a políticas públicas, como segurança, educação, saúde, saneamento, habitação, ocupação territorial.

Ele é o responsável pelo desenvolvimento de programas, acompanhando fluxos de informação, acompanhamento contábil e orçamentário, política de qualificação de pessoal, contratação de empresas e serviços, bem como busca o aumento da produtividade. Quem tem interesse pela área deve ter um interesse em legislação, também.

Quem se forma em um curso de Gestão Pública pode atuar junto as três esferas do poder executivo: Municipal, Estadual e Federal. Mas não para por aí. As oportunidades deste profissional são bem diversificadas. Ele pode optar por ingressar na administração pública, por meio de concurso, ou trabalhar em ONGs ou iniciativa privada. Por isso que a realização de estágios durante o curso é importante: para que o interessado possa identificar seu foco de atuação, bem como fortalecer seu currículo. Vale lembrar que pode fazer a graduação tecnológica aquele estudante que completou o Ensino Médio. Além disso, é importante considerar que o tecnólogo também pode prestar concursos para nível superior e ingressar em uma especialização ou em uma pós-graduação, se assim desejar.

Graças a diversidade de atuação é que é possível encontrar bons salários. No entanto, a concorrência acaba sendo bastante alta, até porque, grande parte desses cargos são alcançados ou por meio de concursos públicos ou cargos de confiança. Segundo o Sine (Site Nacional de Empregos), a média salarial deste profissional varia entre o porte da empresa em que trabalha e o nível profissional. Para se ter uma noção, um profissional sênior de uma grande empresa ganha, em média, 5.500 reais.

Se interessou pela área? Achou o mercado de trabalho de gestão pública, atrativo e deseja ingressar nesse ambiente dinâmico e com muitas possibilidades? Então inscreva-se já no curso tecnólogo da Faculdade Arnaldo: uma graduação focada, lecionada por professores com ampla experiência e com duração de apenas dois anos.

Leave a Reply